Sexta, 12 de Julho de 2024
Paraíba Política

“Vejo com naturalidade”, diz João azevêdo sobre críticas do deputado Galego

Na manhã desta quinta-feira (04), o governador João Azevêdo (PSB) minimizou as críticas feitas pelo deputado Galego Souza (PP) ao chefe do Poder Executivo Estadual.

04/07/2024 às 13h59
Por: ESTADÃO DA PARAÍBA Fonte: PB Agora
Compartilhe:
“Vejo com naturalidade”, diz João azevêdo sobre críticas do deputado Galego

Na manhã desta quinta-feira (04), o governador João Azevêdo (PSB) minimizou as críticas feitas pelo deputado Galego Souza (PP) ao chefe do Poder Executivo Estadual. Esta semana, o parlamentar declarou que “acabou o compromisso” com a base governista devido a divergências sobre a sucessão em São Bento, no Sertão do Estado.

“Eu vejo [a fala] com naturalidade. Em situações onde dois lados apoiam o Governo, é necessário que o Governo escolha um lado. Assim é em São Bento, em Cajazeiras e em vários lugares. Eu vejo isso com tranquilidade e vou aguardar o desenrolar, observando como o deputado vai se comportar na Assembleia”, afirmou Azevêdo durante uma agenda em João Pessoa para a entrega de uma nova unidade do Castramóvel.

A Crise

O deputado Galego Souza, membro do PP, partido do vice-governador Lucas Ribeiro, tem sua base política em São Bento. Para as eleições deste ano, o parlamentar fez uma aliança com seu antigo adversário e atual secretário de Articulação Política do Estado, Márcio Roberto, contra o prefeito Jarques Lúcio (PSB).

Em São Bento, conhecida como a Capital Mundial das Redes, o governador João Azevêdo apoia o candidato apresentado por Jarques, Gerfeson Carnaúba.

Apesar de integrar a base governista na Assembleia Legislativa, Galego não aceitou a escolha do governador e, nesta semana, expôs um racha e rompimento com a gestão estadual.

“Algumas decisões do governador nos dão condições de avaliar este pleito que está se aproximando e a nossa parceria na Assembleia Legislativa. Da mesma forma que o Governo não tem compromisso comigo, eu também não tenho compromisso com ele na Assembleia Legislativa. Acabou o compromisso”, afirmou Galego Souza em entrevista ao Marminino Podcast.

“Estou liberado. Se o Governo não tem compromisso comigo aqui, eu tenho obrigação com ele na Assembleia?”, questionou.